1.25.2011

É isso mesmo que eu quero?

Olá leitoras!

Sou a Ingridy (chamem de Dindy!) e hoje no meu primeiro post aqui no SOS Au Pair, vou falar sobre como saber se você está indo para o tipo certo de intercâmbio para o seu perfil.

e mais importante de tudo: Qual a sua intenção ao fazer intercâmbio? Sua prioridade é trabalhar, estudar, passear, comprar...?
Quanto tempo gostaria de passar fazendo intercâmbio?
Você aceitaria fazer coisas lá que não faz na sua casa aqui no Brasil?

Se na 1ª pergunta você respondeu para si mesma que a sua prioridade é estudar, passear, comprar ou qualquer outra coisa... errado! Não se iluda achando que quando você chegar nos Estados Unidos vai logo começar a estudar e cursar o que bem entender, ou que vai viver passeando e ter muito dinheiro para fazer compras e conhecer todos os lugares que quiser. Sonhar é bom, mas sonhar alto demais pode fazer você levar um tombo feio e se machucar muito!

O foco do intercâmbio de Au Pair é trabalho! Estudos?! Sim, você terá um tempo para dedicar à isso, mas lembre-se de que a bolsa que os seus host parents te darão é de apenas 500 dólares e se você optar por um curso mais caro, vai ter que tirar do seu poor bolsinho (primeiro tombo)! À não ser que seus hosts sejam legais demais, o que acontece sim, mas em raros casos.
Compras e viagens?! Olha, pra fazer compras você com certeza terá tempo e se acumular o salário, dinheiro também. Mas as viagens devem ser programadas e avisadas com antecedência, senão correrás o risco de ter o barato cortado se seus hosts parents pedirem pra você ficar com a(s) criança(s) justamente naquele final de semana, e aí "volta o cão arrependido com o rabinho entre as pernas" (segundo tombo).

E na 2ª pergunta... Essa eu podia passar, mas preciso dar um aviso: se alguém aqui pensou em MENOS de um ano, tá louca antes mesmo de exercer a profissão Au Pair! Pelamor gente, cai na real se você não consegue viver um mês de férias longe de casa sabendo que já vai voltar. O que você acha de um ano? Tá bom pra ti?! Eu sei que a saudade é INEVITÁVEL, mas pra fazer esse tipo de loucura (sim, loucura) você tem que ser no mínimo forte e ter muito foco e determinação para alcançar o seu objetivo, que é cumprir o intercâmbio até o fim.

E 3... Lá você querendo ou não, vai fazer coisas que jamais fez na sua casinha. Eu nunca: lavei roupa, limpei casa, fiz comida (tipo começando do zero: pegar um frango, tirar a pele, temperar...), cuidei de criança 24h durante 365 dias... falo mermo! :) Mas a questão nem é essa, sabe? O importante não é saber, mas estar disposta a enfrentar tudo isso. E o que é pior: sozinha, alone, sola, seul, da solo, allein.

Só digo uma coisa: No fim de tudo, o aprendizado será muito maior do que as dificuldades, a saudade que sentiu e as lágrimas que derramou.

Vamos lá mulheres guerreiras, ir em busca do que é nosso, porque ele tá guardado só esperando por nós!

Um beijão pra vocês!

@IngridyAndrade
www.ingridyandrade.blogspot.com

2 Comments:

  1. Dindy, muito bom o post... bem "wake up, It isn't a perfect dream!!" É a realidade, nua e crua!!

    Adorei!!
    Saudades de vc!!
    beijos!!

    ReplyDelete
  2. Nu... agora você resumiu meu post em poucas palavras! hehe wake up... verdade nua e crua!
    Bem isso mesmo :)
    Infelizmente tem pessoas que ignoram certas incompatibilidades com o programa e querem ir mesmo assim! A grande maioria quebra a cara e costumam ser aquelas que estão sempre reclamando de absolutamente tudo!

    Saudades também!

    Beijão!

    ReplyDelete

Leu, Gostou? Opa, Não gostou? Então comenta aqui o que acha!!!