2.09.2011

Os abomináveis

Calma gente, não é o Pé grande ou coisa parecida, nãoooo, é coisa pior #ounão!!! São os nossos SENTIMENTOS.  Hoje irei comentar um pouquinho do que nós todos passamos nesse mundo de Au pair. Acho que até mesmo os males au pair são pegos por esses sentimentos. Começarei falando da nossa companheira de todas as horas, a ANSIEDADE e começarei com ela não porque acho mais legal, mas porque acho que tudo começa nela. #maybe
No entanto, quase nunca sentimos ansiedade sem sentir PREOCUPAÇÃO. Vamos entender o significado de tal. Segue, de acordo com o Dicionário Priberam.

Preocupação 
s. f.
1. Estado de um espírito ocupado por uma ideia fixa a ponto de não prestar atenção a nada mais.
2. Inquietação.
3. Desassossego.
4. Pressentimento triste.

Esses dois sentimentos atrelados nos acaaaaabaaa, literalmente. E como tem escrito ali em cima, um estado de espírito que nos deixa tão cegas que fazemos coisas que nem sempre é o mais certo ou no momento certo. Como largar emprego, largar faculdade, em busca apenas do sonho em questão. Ainda mais sendo o programa au pair que venhamos e convenhamos é o programa mais incerto que já vi. 
Nos inscrevemos e vamos fazer a papelada do app, essa é a única parte que podemos fazer acontecer sem muita agônia, mas para aquelas que não tem carteira de motorista. Aaaaah, aja PACIÊNCIA pra lidar com o detran, não importa em qual estado brasileiro, sempre leva-se tempo e mais tempo.
Quando finalmente entregamos o app, achamos que vamos ficar bem, não, doce ilusão, começamos a ficar a mercê das agências e ai negada, vamos esperar pra ficar online. Eu, particularmente, sei o que é sofrer com o fato de não estar online e seu tempo curto. E me vi pega pela RAIVA, simplesmente uma vontade de quebrar o barraco na agência e só sair quando estiver online. Mas como somos meninas e meninos muito comportados, continuamos com nossa educação. Ok, ficamos online, vamos esperar as famílias... se temos contato ficamos ultra, mega, power FELIZ, mas depois o MEDO bate na porta. Porque vem os questionamentos: Será que eles vão gostar de mim? Será que meu inglês é bom? Será que a cidade é legal? Será? Será? Será?... Depois, encontramos a family e ai vem o visto e mais uma vez esses sentimentos, mas nesse caso na ordem inversa, sentimos primeiro o MEDO e depois quem sabe a FELICIDADE, mas as vezes acontece da TRISTEZA dar as caras e quando ela vem, vem junto com a ANGUSTIA, porque passamos a nos perguntar e agora? O que vou fazer, tentar de novo? 
Finalmente, conseguimos tudo e vamos viajar, mais um pouco de dose de cada um desses sentimentos, doses e mais doses de adrenalina. Chegando lá, tudo isso acontece a cada dia, mais ai aparece também a SAUDADE. E essa será nossa companheira dai pra frente, então temos que ter FORÇA pra continuar.
Todo esse processo nos faz ser fortes antes mesmo de chegar lá e tenho certeza que depois de tudo, temos mais certeza e conseguimos suportar o que irá vir até nós, pois aprendemos a lidar com eles e acredito que por isso é tão válido esse intercâmbio, somos provados a todo momento. Mas, lá no começo eu tinha dito que a ANSIEDADE é a principal, porque sem ela a gente não tomava certas decisões precipitadas, não ficaríamos "freaking out"; na realidade temos que domar ela e como faremos isso? Se no entusiasmo a gente faz blog, participa do facebook, orkut e está a todo momento em contato com o programa. 

Eis que vou dizer... Fazendo hobbies. Se você está sem fazer nada, procura andar, nadar, cantar, escrever, enfim, fazer coisas que te ocupem que te façam esquecer e de preferência o mais LONGE possível do computador. Sei que somos Au poor, mas somos criativas e também podemos descobrir uma forma de ocupar a mente, sem gastar e sem estar no computador. Nem que seja indo passar um tempo na casa da amiga, vô, tio, primo ou procurando um trabalho, estudando. Enfim... existem milhões de formas de resolver isso. NÂO É FÁCIL!!! Lembrem-se, sempre, disso!! =]
Jamais, deixem suas vidas pararem por conta de algo que você não sabe quando vai acontecer realmente, infelizmente, essa é a realidade. Depois pode ser tarde de mais voltar atrás e tentar consertar o que já passou, na realidade, não dá, não volta. É uma decisão particular, é claro, mas esse é o meu principal conselho de hoje.

E por hoje fico aqui. Tô adorando isso aqui... espero que vocês também, espero que esteja ajudando vocês!! 

Beijos e queijos!
;*

Camila M.

1 Comments:

  1. Lindar com nossos sentimentos é muito dificil!
    Mas tempos que viver com algum sonho para nos manter vivas! Hj eu quero mais que nunca ser Au pair...
    Bjão

    ReplyDelete

Leu, Gostou? Opa, Não gostou? Então comenta aqui o que acha!!!